Construa, toque

Não fazem sentido todas as coisas que dizem.
Que orgulho, que vergonha, que medo fazem parte.
E parece que estou numa ilha. Pensando tudo isso. Só eu.

Eu só.

Numa ilha. E tem água em forma de cerca. Que separa, que limita.
E não quero ter limites. Mas de nada adianta se só eu não tiver.

E tem cerca em forma de tempo. Tempo perdido.
E tempo perdido em forma de menino.

Não perca meu tempo. Ou me ajude a encontrar.
O tempo.

Não faça sentido.
Orgulho, vergonha e medo.
Não construa uma ilha. Ou uma cerca. Ou uma perda de tempo.

Construa portas abertas.
Construa mão dada com mão. Boca com boca. Construa toque.

Construa. Toque.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s