Pedras nos bolsos

Precisava desembaraçar meus cabelos, desfazer aquela mala, por as roupas nos cabides. Varrer as migalhas de pão, as lagrimas pra debaixo do tapete e desempoeirar aquele coração. Precisava montar minha cama, colocar lâmpadas, fazer as unhas. Colocar as coisas no lugar. Parar de flutuar no tempo.

Emprestar um esfregão, lavar a sujeira emocional. Começar na lousa limpa. Devolver o esfregão e não mais precisar dele. Parar de flutuar no tempo.

Precisava sair. Ver um pouco de gente, ver um pouco de movimento. Precisava ser guinchada pra fazer tudo isso. Parar de flutuar no tempo.

Precisava lavar aquelas louças, guardar meus sapatos. Apagar a borracha todos os rabiscos feitos a lápis e deixar-me ser escrita a tinta. Colocar os pés no chão limpo.

Parar de flutuar no tempo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s