Balada

O bar estava lotado, muito cheio mesmo. Uns 15 por metro quadrado, estou chutando baixo. Meu cabelo, aquele dreadlock espontâneo emaranha-se cada vez mais, e cada pingo de suor contabiliza umas 4 casas decimais. Ainda assim, ainda ofegante, bato cabelo como uma drag queen possuída pelo ritmo ragatanga ou pelo exu caveirinha.

Um se aproxima, com bafo que chega com 30 segundos de vantagem sobre ele e diz “qual seu nome, morena?” se minha técnica de leitura labial estava apurada. Mesmo sem entender direito, jogo um “Thais!” pra não ter que fazer ele abrir a boca pra repetir.

– Querida, seu nome não é Thais. Ok, se for, coloque um H, pelo amor de deus, sem H é esteticamente ridículo.

E pulo movendo-me em círculos tentando despistar ou cansar o sujeito que insistia em atrapalhar meu passinho do robô, patético de propósito, pra não chegar mais nenhum Zé com bafo. Infelizmente a tentativa foi frustrada: “Quantos anos você tem?”.
– Finjo que não escutei? Finjo? Não! O guaxinim morto, o guaxinim! Cacete, vou fingir que tropecei.

Me pegou nos braços, o filha da puta e soltou um cafona “Te salvei, hein, morena!”
Ó céus, pare de me chamar de morena!
Não vi nenhuma obra aqui por perto pra você ser tão baixo.

Como é difícil sair pra dançar sem ser importunada! Devo, então, fingir que estou numa viagem louca. De ácido ou de lança? Sim de ácido, pega essas luzes no ar, querida, da umas piscadas bruscas, mexe esse pescoço direita-esquerda-repete. Abraça essa caixa de som. Ok, esse vazou. LIBERDADE!

Danço com os braços abertos, como a noviça rebelde. The hills are alive with the sound of music! Veja quanto espaç-Cacete, vodka na minha camiseta do Velvet Underground não! Vaca! Andy Warhol amaldiçoe o resto da sua noite! Continuo dançando.

Banheiro e retoco o ruby woo que eu só comprei porque vi uma resenha na internet, num blog de maquiagem. Ah, mas é lindo! Passo tempo demais na frente do espelho analisando as olheiras cuidadosamente desenhadas por deus abaixo dos meus olhos vermelhos. Foda-se! Tô linda! Volto pra pista, tem gente vomitando no meu canto, então ando sem olhar pros lados em direção ao bar. Opa, bar tender gatinho, arruma esse decote.
Nem me olha, lazarento. Ok, a vida é injusta, tem bafo.

O que eu bebo?
Vodka? Amnésia demais.
Whisky? Velho demais.
Água de côco? Piadista demais, minha filha! Escolhe.
Pego uma cerveja e encosto no balcão. Olho a bonita descer de ponta cabeça no pole dance, com desdenho e inveja ao mesmo tempo. Maldito adutor e sua turminha do barulho. Devia ter ido treinar musculação ao invés de ficar lendo Carlos Drummond de Andrade em casa. Assim quem sabe me enturmaria, podia desfilar meu tanquinho por aí. Muita flor, muita náusea pra ti, Grace, muita!

Mas volto pro canto, dessa vez pro lado não recém vomitado e continuo meus passinhos ao som da Anaconda querendo pegar essa sample e enfiar na goela da Nicki Minaj. Começo, assim, a amaldiçoar todas as vezes que transformaram minhas músicas dos anos 90 em remixes horrendos. Ah, que seja, sou brasileira, tenho a malemolência. Danço.

Vou fumar.
Fumódromos sempre tem gente descolada e tá me subindo uma vontadezinha de encher meu pulmão com a formosa fumaça. Eu tinha parado, mas só hoje, só hoje, então cala a boca! Vejo a rodinha no canto falando sobre boquete e afins.
– Me da um cigarro?

Encosto, trago. Chega um bebadinho bem com os olhos caídos e preguiçosos. Já devia estar bebendo há horas, mas faz piada com a banana da minha camiseta, então o deixo falar. Meu sorriso é lindo, sou misteriosa e meiga ao mesmo tempo. Oh, que atributos singulares (só que não!). E trocamos mais meia dúzia de palavras non-sense porém de fazer rir. Pediu meu telefone. Passei. Acho que estava certo. Pergunta pras minhas cervejas.
– Não tenho onde anotar.

Ah, menino, mas se você realmente quiser você vai se lembrar amanhã.

Vou pra casa. Durmo, acordo.
Isso tocando é meu telefone?

(continua…)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s